Projeto “Vem Cá, Vou te Contar” finaliza com contação de histórias para alunos da Apae de Palma

Projeto “Vem Cá, Vou te Contar” finaliza com contação de histórias para alunos da Apae de Palma

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Após circular com apresentações de contação de histórias para jovens em situação de vulnerabilidade na região Sul de Palmas e idosos de projeto social na região Norte, o projeto “Vem Cá, Vou te Contar” finalizou com apresentação para alunos da Escola Especial de Integração de Palmas (Apae), na última quinta-feira, 11.

Na ocasião, as atrizes Iva de Oliveira e Ana Kamila Castaño levaram às crianças e jovens com deficiência uma experiência única e enriquecedora, por meio da narração das histórias “A vozinha e a netinha” e “O Tesouro da Gratidão”. Com teatro, música e muita literatura na mala, as atrizes interagiram com os estudantes presente transportando-os a um universo lúdico da arte e poesia. “Como diz a nossa canção de abertura, são versos de amor. E esses versos tiveram objetivo de transportar esses estudantes para um mundo de imaginação e aprendizado por meio da contação de histórias e integração cultural”, afirmou Iva de Oliveira.

A atriz Ana Kamila Castaño complementou que o projeto cumpre uma das principais missões da contação de histórias, que é a interatividade . “Todo o colorido dos figurinos, a música e os poemas visam aproximar esses estudantes, de forma que a gente convida-os a participar de cada instante, trazendo vida aos personagens diante dos olhos encantados de quem assiste”, ressaltou.

A diretora da Apae, Kelly Cristina, agradeceu à Trupe pelo acolhimento à Apae no projeto e afirmou que a contação de histórias, além de permitir um momento diferenciado na rotina dos estudantes, garantiu  inclusão social. “Além de trabalhar a mente, o projeto trabalhou a emoção, o humor e deixou o dia de todos eles muito mais felizes. É visível o encantamento no olhar de cada um e do quanto se entregam a cada instante de apresentação”, disse a diretora.

Responsável pelo projeto, a pedagoga, arte-educadora e atriz Leidiane Martins avaliou que o projeto cumpriu, em toda a sua execução, a proposta de levar inspiração, democratização do acesso à cultura e conexão cultural, atendendo públicos de todas as idades e de todas as regiões de Palmas. “O projeto “Vem Cá, Vou te Contar” reforça o compromisso de promover a inclusão e a valorização da diversidade através da arte e da cultura. Ao proporcionar acesso a expressões culturais significativas, como a contação de histórias, o projeto visa enriquecer as vidas de cada público atendido e fortalecer os laços comunitários”, concluiu.

Projeto

A apresentação na Apae cumpriu a terceira e última etapa do projeto, que teve início no dia 26/03 com apresentação cultural da esquete teatral “Me Gritaram NEGRA”, para jovens estudantes da Escola Estadual Santa Fé, localizada na Região Sul de Palmas. E no dia 08 de Abril, as atrizes Leidiane Martins e Magna Carneiro levaram a esquete teatral em Cordel “A Chegada de Lampião no Inferno” aos idosos do Parque Municipal da Pessoa Idosa.

Em todas as apresentações, além da contação de histórias, as atrizes e arte-educadoras ofertaram distribuição de livros, dinâmicas e um momento de bate-papo com os presentes. Conforme Leidiane Martins, trata-se de um projeto que visa a descentralização e acessibilidade da produção artística, inclusive com apresentações que contam com intérprete de Libras. A proposta é apresentar textos curtos que incluem temáticas que despertam a autoestima do público, como Sonhos, Amor e Superação, além de despertar a reflexão sobre as mazelas sociais da atualidade.

Uma iniciativa da arte-educadora Leidiane Martins, o projeto “Vem Cá, Vou Te Contar” tem patrocínio do edital Artes Tocantins, da Lei Paulo Gustavo (LPG), da Secretaria Estadual de Cultura.

Crédito das fotos: Flaviana OX Divulgação
Hayla

Hayla

Comente

Relacionadas

Outras postagens