Para Elas: Companhia A Barraca abre inscrições para mulheres em capacitação gratuita do Núcleo Experimental de Formação

Para Elas: Companhia A Barraca abre inscrições para mulheres em capacitação gratuita do Núcleo Experimental de Formação

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Com mais de 20 anos de trajetória, a Companhia A Barraca lança cursos de capacitação em Cultura para mulheres em Palmas. Serão ofertadas oficinas, workshops, palestras e estágio voluntário em áreas como Formação em Teatro, Contação de Histórias, Metodologia para Aulas de Teatro, Produção Executiva e Gestão Cultural, dentre outras atividades. As aulas gratuitas serão divididas em atividades presenciais e online, mentorias, estágios e eventos, que serão realizados a partir do dia 13 de Maio até o mês de Novembro, sendo um total de seis meses com certificação.

Serão ofertadas um total de 10 vagas, via seleção. Podem participar apenas mulheres, acima dos 18 anos de idade, que residem em Palmas. As inscrições estão abertas até a próxima sexta-feira, 10, e o formulário bem como o regulamento e o cronograma de atividades podem ser acessados na Bio do Instagram da Companhia- @abarracacia.

O projeto nomeado de “Para Elas: Núcleo Experimental de Formação da Companhia A Barraca” é patrocinado pelo edital de Áreas Técnicas da Lei Paulo Gustavo, via Fundação Cultural de Palmas (FCP), da Prefeitura Municipal de Palmas.

Formação

Diretora-geral do Projeto, a artista Cleuda Milhomem explica que a formação “Para Elas” é uma oportunidade para 10 mulheres desenvolverem suas habilidades e ampliarem suas perspectivas em diversas áreas da Cultura. Segundo ela, o curso não apenas contribuirá para o empoderamento das participantes, mas também enriquecerá o cenário cultural e teatral local. “Estamos comprometidos em criar um ambiente inclusivo e de apoio para garantir o sucesso de todas as pessoas envolvidas. Juntas, faremos a diferença no mundo das artes”, expressa ela que é atriz, produtora executiva e arte-educadora.

Ela reforça que apesar de amplas, todas as atividades serão amparadas no teatro, que é uma forma de arte que estimula a criatividade, a empatia e a comunicação interpessoal. “A formação em teatro não apenas proporciona um meio de expressão artística, mas também pode abrir portas para carreiras relacionadas às artes cênicas, como atriz, diretora, produtora, roteirista e professora de teatro. Capacitar mulheres nessas áreas amplia as possibilidades de empregabilidade e empreendedorismo”, ressalta Cleuda.

Ao final das atividades formativas, a Companhia A Barraca irá oferecer um workshop teatral para o público em geral, restrito a mulheres, aberto ao público e sem limitação de vagas, onde as aulas irão ofertar capacitação e prestigiar apresentações de resultado do Curso.

Festival

Além da oportunidade de formação ampla dos bastidores à cena em atividades culturais com certificação, o projeto vai selecionar duas mulheres, de acordo com a disponibilidade de frequência, pontualidade e produtividade, que irá acompanhar a diretoria da Companhia no Festival Internacional de Cinema Feminino, em local que ainda será definido, com todas as despesas custeadas.

Companhia

A Barraca, fundada em 2002, possui a sua diretoria e equipe fixa formadas, essencialmente, por mulheres. Trata-se de uma forma de incentivar e dar visibilidade ao empoderamento feminino. A equipe conta com produtoras culturais, cineastas, pedagogas, arte-educadoras, gestoras culturais e jornalista, sendo que todas são atrizes.

A equipe de diretoria é formada por sete mulheres, que já atuam há mais de 20 anos em áreas como o Audiovisual, Artes Cênicas, Produção Cultural e outros segmentos da Arte. Há ainda atividade de extensão com o Núcleo Experimental da Companhia A Barraca, um projeto de cunho formativo, voltado para meninas e mulheres. Por meio dele, as jovens que compõem o Núcleo selecionadas ano a ano recebem atividades gratuitas, ofertadas voluntariamente pelas atrizes da Companhia e parceiros, de capacitação para o universo teatral, desde a teoria do teatro, jogos teatrais e dinâmicas para a formação como atrizes, até capacitações que incluem os bastidores da produção e gestão cultural.

Após seis meses de estudos, pesquisas e formações, as atrizes executam espetáculos de cunho educativo. Nesta temporada do ano de 2023, por exemplo, o Núcleo Experimental montou o espetáculo O Auto da Vida no Trânsito, uma realização da Companhia A Barraca, inspirada no Auto da Compadecida, que une cordel e teatro para levar educação no trânsito de forma bem- humorada.

Ficha Técnica

Direção-Geral: Cleuda Milhomem

Produção Executiva e Assessoria de Comunicação: Cinthia Abreu

Coordenação Pedagógica: Leidiane Martins

Professoras e consultoras: Ana Kamila Castaño, Cinthia Abreu, Cleuda Milhomem, Iva de Oliveira, Leidiane Martins, Magna Carneiro e Sheyla Virgínio.

Patrocínio: Edital de Áreas Técnicas da Lei Paulo Gustavo, via Fundação Cultural de Palmas (FCP), da Prefeitura Municipal de Palmas.

Informações: Instagram @abarracacia

Fotos: Flaviana OX/ Divulgação
Hayla

Hayla

Comente

Relacionadas

Outras postagens