Documentário “O Rio e a Cobra Grande” começa gravações em Porto Nacional

Documentário “O Rio e a Cobra Grande” começa gravações em Porto Nacional

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

O videodocumentário “O Rio e a Cobra Grande”, produzido pelo artista Everton dos Andes, começou as gravações nesta semana. O projeto tem o patrocínio da Lei Paulo Gustavo, da Prefeitura de Porto Nacional, e vai contar a história da mais famosa lenda do Município – a da serpente Boiúna, que acorda uma vez por ano, sempre no Carnaval, para animar os foliões da cidade. Toda a locação se passa na cidade de Porto Nacional e a produção audiovisual terá a duração de 12 minutos.

As gravações se iniciaram na terça-feira, 06, com pessoas pioneiras da região, como o Padre Jones, o médico e poeta Célio Pedreira e o escritor Edivaldo Rodrigues, dentre outros. Já no sábado, 09, entra em cena o foco principal do projeto – o Carnaval de Porto Nacional, onde serão registrados o desfile de Bonecos, os cortejos nas ruas da cidade, os bastidores da produção carnavalesca e muito mais. “A nossa proposta é registrar desde as principais curiosidades dos bastidores, preparação, os desfiles e, principalmente, a contextualização histórica e a importância dessa tradição tão importante para nós portuenses”, declara Everton dos Andes.

De acordo com Everton dos Andes, o roteiro traz como pano de fundo o debate em torno da preservação do patrimônio imaterial local, tendo em vista, o surgimento do Lago da Usina de Lajeado, que impactou, profundamente, a cidade de Porto Nacional, em seu patrimônio simbólico. “O vídeo revela o espetáculo da “Buiúna” como arranjo produtivo local, criado com a finalidade de manter viva as tradições da cultura popular (mitos, lendas, causos, histórias de pescadores), presentes em Porto Nacional”, afirma o artista.

Boiúna

A tradição, que tem cunho cultural e turístico, é caracterizada como uma forma de resistência aos impactos socioculturais vivenciados pela população local, mas também, uma expressão de festa e congraçamento da comunidade com suas simbologias e valores tradicionais.

Patrocínio

A direção-geral é de Everton dos Andes e produção executiva de Caio Brettas, tendo João Luiz Neiva Brito como Auxiliar de Produção. O projeto foi contemplado em edital da Lei Paulo Gustavo, do Governo Federal via Ministério da Cultura e Prefeitura Municipal de Porto Nacional, via Secretaria de Cultura e do Turismo.

Ficha Técnica – O Rio e a Cobra Grande

Categoria: Videodocumentário

Tempo: 12 minutos

Direção-geral e Roteiro: Everton dos Andes

Direção de Imagem, Cinegrafia, Edição e Produção executiva: Caio Brettas

Direção e Locação e Auxiliar de Produção: João Luiz Neiva Brito

Videomaker, Auxiliar de Produção e Designer: Rodrigo Paschoal

Assessoria de Comunicação: Cinthia Abreu

Auxiliar de Produção: Natália Schreder

Hayla

Hayla

Comente

Relacionadas

Outras postagens