Artistas do projeto Sagrado Feminino prestam homenagem à Casa 8 de Março

Cinco artistas integrantes do projeto Sagrado Feminino realizaram nesta quinta-feira, 21, uma homenagem à Casa 8 de Março, em Palmas. O reconhecimento se deu em virtude de toda a trajetória e trabalho prestados pela equipe e pela Casa para a população feminina em situação de vulnerabilidade social.

No encontro entre a produtora Karol Rosa e as dirigentes da Casa 8 de Março foram abordadas discussões sobre as temáticas do projeto, os cursos de capacitação em arte, artesanato e fabricação digital, curso este que a Casa se mostrou interessada em repassar para as acolhidas.

A presidente da organização, Bernadete Ferreira, explicou o funcionamento da casa e pontuou as necessidades do local que conta apenas com doações para seguir em funcionamento. Ainda no encontro, a produtora entregou presentes para a diretoria da Casa e acolhidas, brindes produzidos pelas artistas do projeto Sagrado Feminino, que misturam artesanato e fabricação digital; além de cestas básicas e um convite para a exposição das artistas que acontecerá ainda este mês.

A produtora do projeto, Karol Rosa, explica que foi uma honra poder reconhecer o trabalho da Casa 8 de Março e conhecer também a força das mulheres guerreiras que por ali passaram. “É notória a função social exercida pela casa, que possuI um histórico de longa data e que precisa muito do apoio da sociedade para ampliar a quantidade de mulheres atendidas”, afirmou.

Karol Rosa declarou ainda que sentiu que o trabalho prestado pela Casa é de extrema importância para empoderar as mulheres em vulnerabilidade social e que esta vertente dialoga diretamente com o projeto Sagrado feminino; visto que para ela é um projeto que ajuda as mulheres a se reconectarem com a essência feminina, com a sabedoria ancestral das mulheres e a compreender as potencialidades da rede de apoio feminina. “Conhecer a casa e as pessoas que aqui trabalham, foi reencontrar um dos princípios do Sagrado Feminino: a rede de apoio e amparo das mulheres para as mulheres. Estar aqui é sentir-se rodeada de afeto”, concluiu.

Exposição

No encontro, as artistas também apresentaram uma prévia da exposição do Sagrado Feminino, que acontecerá no dia 26 de outubro, às 18h30, no Memorial Coluna Prestes, na Praça dos Girassóis.

A exposição ficará no espaço até o dia 02 de novembro, com horário de visitação de terça à sexta das 8:00 às 17:00 e sábado e domingo das 8:00 às 16:00. Serão expostas pinturas, gravuras, técnicas mistas, esculturas e provocações produzidas pelas cinco artistas que tiveram o saber sensível do corpo impulsionado pelas atividades desenvolvidas durante todo o projeto.

Projeto

O projeto Sagrado Feminino foi patrocinado pelo prêmio Aldir Blanc Tocantins, pelo Governo do Estado do Tocantins, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura e Fundo Nacional de Cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda Cultural