Filme O Segredo de João divulga seleção de elenco

Cinthia Abreu

A equipe de direção e produção do filme curta-metragem “O Segredo de João” finalizou a seleção aberta para formação de elenco. Passam a integrar o elenco de crianças: Davi de Oliveira Carvalho que será o protagonista João, Maria Eduarda Bermunyal escolhida para viver Duda (melhor amiga de João) e João Vinicius Martins que atuará como Pedro (amigo de João). Já para o corpo de elenco adulto foram escolhidos os atores Cleuda Milhomem para ser Berenice (a avó de João) e Milke Freitas (avô Bira).  O curta-metragem é um projeto da Fábrica Produções e tem a direção de Elisângela Dantas.

Todas as crianças que se inscreveram para a seletiva também participarão da produção do filme, no corpo de figurantes, sendo eles Iasmim  Handassa, Clara Vitória, Valentina S. Cunha, Anna Alice, Yang Tiuti, Ananda Oliveira, Catarina Monteiro, Maria Eduarda Monteiro Amaral, Isadora Teixeira Monteiro, Maria Luiza Bandeira Bernardes Queiroz, Sophya Kardlyne Silva, Brunca Lucena e Myla Ferreira.

Como atores convidados, participam Ana Kamila Castaño (Professora Juliana), Bell Gama (Patrícia, Mãe de João), Marquinhos Rocha (Professor Fred), Gustavo Borges (Fernando, pai de João), Patrícia de Sá (Marina, mãe de Pedro), Renata Patrícia (Marly, Diretora da escola), Bianca Melo (apresentadora de um festival de cinema) e Carlos Gontijo (apresentador de um festival de cinema).

As gravações acontecem ao longo do mês de julho, em Palmas (TO), cumprindo todos os protocolos e orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), inclusive, a quantidade de atores por dia no set e o corpo técnico foram reduzidos com o intuito de se evitar aglomerações. A equipe de produção entrará em contato com os selecionados para o elenco, ainda nesta semana, para o agendamento das próximas etapas de trabalho.

Sinopse

João é um garoto que vive em um ambiente de grandes tradições culturais. Sempre acompanhado por seu avô Seu Bira, que dedicou grande parte de sua vida à arte e à cultura. Junto com sua melhor amiga Maria Eduarda e sua nova professora Juliana vão transformar o mundo de um garoto triste, o Pedro e descobrirão também “O Segredo de João”.

As novas tecnologias e o bom uso do cinema em sala de aula vão permitir que o triste Pedro, tenha a vida mudada. Chama a atenção do espectador para a vida em família, com o avô Bira, que fará toda diferença na vida de João e Pedro. Mas é a chegada da jovem professora Juliana, que mudará completamente o ambiente escolar marcado pelo tradicional modelo de educação presente. A capital do estado surge bela e bem representada culturalmente como cenário de nossa história.

Curta-metragem

Diretora-geral do curta “O Segredo de João”, Elisângela Dantas diz se sentir honrada e repleta de boas expectativas com o projeto que a temática busca apresentar o cinema a crianças e discutir a relação entre as gerações, mas também pelo seu caráter formativo. “O curta nasceu da vontade de contribuir com a cultura do país com um filme que enalteça a relação de avós com seus netos e que falasse sobre a relevância do cinema na educação de nossas criança”, afirma.

O projeto “O Segredo de João” é fruto de uma parceria da Fábrica Produções e o Grupo Um Ponto Dois de Teatro. Ele foi contemplado pelo Prêmio Aldir Blanc Tocantins do Governo do Estado do Tocantins com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura”.

Formação

O projeto tem o objetivo de lançar novos talentos no cenário do cinema tocantinense. “Estamos muito felizes por mais um projeto que possibilita a vivência cinematográfica para capacitação de novos profissionais na área, ainda mais em uma obra de ficção que enaltece o cinema e a relação intergeracional entre gerações”, explica o diretor do Grupo Um Ponto Dois e produtor do curta-metragem, Lucas Justino.

Responsável pela Fábrica Produções, o produtor de audiovisual Pablo Pereira, explica o projeto tem como objetivo fomentar o audiovisual tocantinense e estímulo a novos cineastas e trabalhadores do cinema. “Priorizamos profissionais em formação ou com pouca experiência nas funções por eles assumidas no projeto, além de em um filme escrito e dirigido por uma mulher, contar com uma equipe majoritariamente feminina.”

Crédito das fotos: Flaviana Ox/ Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda Cultural