Search
terça-feira 20 novembro 2018
  • :
  • :

Primeiro longa de ficção sobre Wilson Simonal, levará para a telona a carreira meteórica do artista

SIMONAL O FILME

Um ascensão espetacular e uma dura queda. Assim pode ser resumida a vida de Wilson Simonal, que ganhará as telas de cinema em “Simonal”. O filme tem no elenco: Fabrício Boliveira, Isis Valverde e Leandro Hassum respectivamente nos papéis de Simonal; Tereza Pugliesi, mulher do cantor; e Carlos Imperial, produtor musical crucial nas trajetórias de alguns dos maiores nomes da música brasileira.

Fenômeno de popularidade na década de 1960, quando estourou com sucessos como “Nem Vem que Não Tem”, “País Tropical”, “Mamãe Botou Açúcar em Mim” e “Sá Marina”, clássicos da música popular brasileira, Simonal viu sua carreira meteórica desmoronar ao ser acusado de colaborar com a ditadura. Causada pela desastrada ideia de recorrer a militares para descobrir se era furtado por seu contador, a confusão lançou o talentoso intérprete no ostracismo e determinou seu fim de vida melancólico. A história já havia sido contada no documentário “Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei”, de 2009.

simonal

O longa dirigido por Leonardo Domingues e produzido pela Pontos de Fuga, porém, se concentrará na ascensão do artista, quando ele reunia multidões estridentes em seus shows, apresentou programas de TV e ganhou muito dinheiro ao se tornar garoto-propaganda da Shell.

Para viver o cantor de refinada técnica, Fabrício Boliveira fez aulas de canto por meses, ao mesmo tempo em que pesquisava e se preparava para encanar o pai dos músicos Simoninha e Max de Castro, produtores musicais do longa. Já Isis Valverde ganhou uma farta cabeleira loura durante o processo. Os dois voltam a trabalhar juntos depois de fazer par romântico em “Faroeste Caboclo” (2013), no qual interpretaram João de Santo Cristo e Maria Lucia. Em algumas cenas, eles contracenam com Leandro Hassum, quase irreconhecível com cabelos volumosos, óculos amarelos e corpo esbelto.

“Quando a gente pensou no Hassum para o papel, ele estava mais gordinho, como era o Imperial, que tinha uma pegada de humor. Mas ele arrasou ao interpretá-lo. É uma sensação no set de filmagem”, conta a produtora Nathalie Felippe.
Caco Ciocler, Silvio Guindane, Mariana Lima, Claudio Mendes e João Velho também estão no elenco de “Simonal”.

max-e-simoninha

A trilha de “Simonal” é assinada pelos dois filhos do cantor, Simoninha e Max de Castro. “Eu acho que a grande estrela não é nem o Fabricio, nem a Isis, nem a história do Simonal em si. É a música do Simonal”, opinou Max.

O filme estreou no Festival de Cinema de Gramado no dia 20 de agosto e levou 03 prêmios:
Melhor Trilha Musical: Max De Castro e Wilson Simoninha
Melhor Direção de Arte: Yurika Yamazaki
Melhor Fotografia: Pablo Baião

SIMONAL EM GRAMADO