Search
sexta-feira 19 outubro 2018
  • :
  • :

Coletivo ‘Ajunta Preta’ inicia hoje série de atividade em alusão ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha, celebrado no dia 25 de julho, o Coletivo de Mulheres Negras ‘Ajunta Preta’, criado a partir da articulação de mulheres negras em Palmas-TO, realizará uma série de atividades que discutem e reivindicam pautas do feminismo negro no Tocantins.

O Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha, foi criado em 1992 durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, na República Dominicana. Reconhecido pela ONU no mesmo ano, a data tornou-se marco internacional da luta e da resistência da mulher negra e parte do calendário de lutas do movimento negro nacional.

A mesma data é dedicada a nossa Guerreira Tereza de Benguela. Portanto, é dia de refletirmos e pautarmos a luta contra todo tipo de discriminação que atinge as mulheres negras.

Além da série de atividades, o Coletivo ‘Ajunta Preta’ divulga uma carta de repúdio a Câmara Municipal de Palmas na qual cobra retorno às demandas apresentadas há um ano em audiência pública na Casa de Leis. (em anexo)

Confira a programação completa:

25 de Julho

Cine Debate

Local: Cine Cultura

Horário: 19H

27 de Julho

Ajunta Fest

Local: Sindicato dos Cirurgiões Dentistas (602 sul, AV LO 15, Conjunto 02, Lote 02)

Horário: 21H

28 de Julho

Oficina de Maracatu com o ‘Baque Mulher’

Local: Ginásio Airton Senna/ Taquaralto

Horário: 16H

*Toda a programação do Julho das Pretas é aberta ao público e com entrada livre.

Realização: Coletivo ‘AJUNTA PRETA

Apoio: Coletivo BREJO-TO, BAQUE MULHER-TO, e Rede CANDACES-TO