Search
quarta-feira 13 dezembro 2017
  • :
  • :

Projeto “Terça Literária” apresenta palestra do escritor Dídimo Heleno nesta terça, 07

A primeira edição do projeto cultural “Terça Literária” acontece nesta terça-feira, 07, às 20 horas, no Theatro Fernanda Montenegro e contará com a palestra: “INTOLERÂNCIA – Origens e as consequências do conflito do Oriente Médio nos dias atuais” com o escritor Dídimo Heleno. Uma iniciativa da Fundação Cultural de Palmas em parceria com a Academia Palmense de Letras que visa valorizar e difundir produções literárias de escritores tocantinenses.

Através da Terça Literária a Academia Palmense de Letras – APL, em parceria com a Fundação Cultural de Palmas, pretende semear o gosto pela literatura e artes em geral e até mesmo descobrir novos talentos”, ressaltou a presidente da APL, Francisquinha Laranjeira Carvalho.

Para o presidente da Fundação Cultural de Palmas, Hector Franco, a terça literária é mais um dos projetos da FCP que objetiva estimular a produção artística e sua circulação em Palmas.

Palestra

A palestra do escritor Dídimo Heleno Póvoa Aires fará um passeio histórico/literário desde os primórdios bíblicos, passando pelo Império Romano, Bizantino e Turco-Otomano, reforçados pelas duas grandes guerras mundiais, até os dias atuais. Cenários e pano de fundo a contextualizar e expor “razões e/ou argumentos” para os conflitos sociais, econômicos e ambientais dos nossos dias, em especial o crescimento da intolerância entre povos. Um cronograma étnico, geográfico e religioso, procura explicar e abordar peculiaridades das três grandes religiões monoteístas – Judaísmo, Cristianismo e Islamismo.

img-20171026-wa0032

Escritor

Dídimo Heleno Póvoa Aires, escritor, advogado e colunista da CBN encanta o público explicando a todos o conflito entre árabes e judeus. Sua explanação é uma construção lógica desde Abraão até a criação do Estado de Israel, levando o espectador a compreender as razões de posse e domínio, bem como as origens de intolerâncias entre povos, raças e gêneros, infelizmente tão em evidência na atualidade.