Search
terça-feira 16 janeiro 2018
  • :
  • :

O livro que você já leu e guarda em casa é bem-vindo na Defensoria

O livro que você já leu e o conhecimento adquirido com essa leitura pode e deve ser compartilhado. Esta é a proposta do projeto “Biblioteca em Movimento”, desenvolvido pela Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO). Nesta terça-feira, 17, o projeto inicia uma nova edição a fim de ampliar o seu acervo com títulos literários. Qualquer pessoa pode participar do projeto doando livros novos ou usados que tenham a literatura como conteúdo.

Utilizando obras reconhecidas no universo da literatura, a ideia da campanha de arrecadação é incentivar as pessoas a desapegarem de livros que elas possam ter, mas não são mais utilizados. “Não deixe seus livros viverem Cem Anos de Solidão”, em referência à obra de Gabriel García Márquez, é uma das abordagens poéticas utilizadas pela DPE, nas redes sociais do órgão, a fim de conquistar novos doadores.

Um espaço na recepção da Defensoria, em Palmas, foi especialmente preparado para receber doações até o próximo dia 3. Servidores e públicos em geral podem participar levando até a DPE o livro que tenha a história que queira compartilhar.

O projeto visa proporcionar aos nossos Assistidos o compartilhamento de conhecimento, cultura e entretenimento. As pessoas que lêem a partir do projeto também podem doar livros que porventura já tenham lido e não fazem mais uso, de modo que sempre teremos um acervo renovado e as pessoas poderão compartilhar, entre si, o conhecimento que possuem”, disse o defensor público e diretor do Núcleo Regional da Defensoria Pública em Palmas, Leonardo Coelho.

Biblioteca em Movimento

Com o tema “Conhecimento que fica, livro que segue”, o projeto incentiva o hábito da leitura e tem como objetivo a circulação de obras literárias, já que depois de ler a pessoa poderá devolver à Defensoria ou repassar para uma outra pessoa para que continue o ciclo da leitura e do compartilhamento. O acervo é público e está disponível gratuitamente a quem busca atendimento jurídico na DPE. Em Palmas, os livros estão em prateleiras distribuídas no prédio da Defensoria para que, em todos os setores de atendimento, os Assistidos possam ter acesso aos títulos disponíveis.

O projeto está implantado nas nove unidades regionais da DPE, no Tocantins. Em todos os casos, os Assistidos podem ler os livros enquanto aguardam atendimento. Podem, ainda, levar algum título para casa, devolvendo-o quando concluir a leitura.

É importante destacar que além de compartilhar conhecimento, cultura e entretenimento, esse projeto torna o nosso atendimento mais humanizado, já que a espera para ser atendido, que é natural, se torna mais agradável”, destacou o Defensor Público.

Para saber mais informações sobre o projeto, entre em contato pelo telefone (63) 3218-6784.