Search
terça-feira 17 outubro 2017
  • :
  • :

Com repertório eclético, Trio Água Preta é a próxima atração do 4º Clássica

Fonte: Ascom FCP

O trio “Água Preta” formado pelos músicos tocantinenses Abner Jorge, Aline Martins e Heitor Oliveira será a próxima atração do 4ª Clássica, 27, às 20 horas, no Theatro Fernanda Montenegro e contará com a participação especial dos músicos Thiago Oliveira e Bruno Amorim. A apresentação com composições e arranjos próprios, além de algumas peças de compositores brasileiros e estrangeiros, promete mesclar entre diferentes formações (piano solo, duos e o trio).

Com um repertório rico que passeia pela música clássica como a de P. I. Tchaikovsky e pela música popular brasileira como a de Tom Jobim, o grupo pretende realizar uma apresentação original e versátil sem abrir mão da qualidade das interpretações.

O projeto musical 4º Clássica promovido pela Fundação Cultural de Palmas realizado às quartas-feiras traz ao palco do Theatro Fernanda Montenegro concertos musicais com grupo tocantinenses com o melhor da música clássica e erudita.

 TRIO ÁGUA PRETA

 Familiares, amigos, colegas de profissão, parceiros de som. O trio Água Preta surgiu da afinidade pessoal e artística dos músicos Abner Jorge, Aline Martins e Heitor Oliveira. Em conjunto, os três preservam a busca por uma sonoridade e um repertório singular, criado a partir de composições próprias e obras marcantes de outros compositores.

SOBRE OS MÚSICOS

Abner Jorge

 Instrumentista e compositor, licenciado em música (UAB/UnB). Músico da polícia militar é professor do curso técnico em instrumento musical do Colégio Militar de Palmas. Já se apresentou junto a diversos conjuntos e suas composições têm sido executadas e gravadas em âmbito nacional.

Aline Martins

Instrumentista, mestre em música (UNIRIO). É professora de piano da Fundação Cultural de Palmas. Tem se apresentado como pianista solista e também junto a coros e outros conjuntos, abrangendo música de concerto e música popular.

Heitor Oliveira

Instrumentista e compositor, doutorando em música (UFRGS). É docente da Universidade Federal do Tocantins, atuando como professor de música e voz no curso de Licenciatura em Teatro. Sua produção como compositor para a sala de concerto, espetáculos e audiovisual tem sido constante.