Search
terça-feira 12 dezembro 2017
  • :
  • :

Documentário inédito de Sandra Werneck, estreia com exclusividade no Curta!

‘Mexeu com uma, mexeu com todas’, documentário inédito de Sandra Werneck, estreia com exclusividade no Curta!

FERNANDA MONTENEGRO COMENTA O PROCESSO DE CRIAÇÃO NO FILME ‘CENTRAL DO BRASIL’ EM EPISÓDIO INÉDITO DA SÉRIE EXCLUSIVA ‘GRANDES CENAS’

“Mexeu com uma, mexeu com todas”. A frase de protesto carregada de empatia, um dos símbolos do movimento de apoio às mulheres que sofrem assédio e violência, é também o nome do novo documentário da cineasta Sandra Werneck, que chega com exclusividade no Curta! na Sexta da Sociedade, dia 14, às 22h30. “Mexeu com uma, mexeu com todas” reúne depoimentos de mulheres, públicas e anônimas, que passaram por situações de violência. A farmacêutica Maria da Penha – que empresta o nome à Lei de 2006 que criminaliza a violência contra a mulher – a nadadora Joanna Maranhão, que deu nome à Lei de 2012 que mudou o prazo de prescrição nos crimes contra dignidade sexual praticados contra crianças e adolescentes; a ex-modelo Luiza Brunet; e a escritora Clara Averbuck são algumas das mulheres que relatam experiências de abuso. O documentário é produzido pela Cineluz Produções, com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 01).

Para contribuir ainda mais no pulsante e urgente debate feminista, a faixa  “A Vida é Curta” traz na Quarta de Cinema, 12, a partir das 20h, dois filmes que envolvem o tema. O primeiro é a produção inédita no canal “Corpo Manifesto”, de Carol Araújo. Em cena, um panorama histórico sobre o feminismo. Na sequência, é a vez de “Quem Matou Eloá”, de Lívia PerezO curta-metragem traz uma análise crítica sobre a espetacularização da violência e a abordagem da mídia televisiva nos casos de violência contra a mulher, revelando um dos motivos pelo qual o Brasil é o quinto no ranking de países que mais matam mulheres.

Sucesso na programação do Curta!, a série “Grandes Cenas”, apresentada pelo ator e diretor  Matheus Nachtergaele, volta à programação a partir de quarta, 12, às 23h30. No episódio inédito da estreia da segunda temporada, “Central do Brasil”, de Walter Salles, indicado ao Oscar e ganhador do Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro em 1999, é o protagonista. Dezenove anos após a exibição do longa-metragem nos cinemas, a atriz Fernanda Montenegro relata como foi a construção da personagem Dora, mulher que trabalha na estação Central do Brasil escrevendo cartas para pessoas analfabetas. E recorda a experiência de filmar a intensa cena da romaria, em que sua personagem se perde de Josué – menino de nove anos que está em busca do seu pai – em meio a centenas de fiéis.  “Quando aquilo foi feito, já tínhamos passado um dia num calor insano, no fundo de um sertão abandonado, esperando a noite chegar. Aquela multidão jogada pelos cantos, já rezando, para se esquentar. E na verdade, daí a pouco, aquilo tudo começou a ser verdade, para aquela multidão. Porque eu vi que aquelas pessoas não estavam ali representando”, relembra Fernanda Montenegro, sobre a cena da Romaria, gravada no Nordeste brasileiro. Produzida pela Casa de Cinema de Porto Alegre, com direção de Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno, “Grandes Cenas” é produção exclusiva do Curta! financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

O entrevistado do episódio inédito da segunda temporada de “Incertezas Críticas é o francês Christian Boltanski, um dos mais importantes artistas da atualidade. Produzido pela Grifa Filmes, a atração vai ao ar na Quinta do Pensamento, dia 13, às 23h30. O diretor Daniel Augusto conversa com o artista em seu ateliê em Malakoff, na França, e fala sobre sua trajetória, seu processo criativo, o papel da memória em suas obras e o trauma do Holocausto. Ainda neste programa, Boltanski dá sua visão sobre o que é ter uma ideia na arte, conta sobre a venda do direito de gravar 24 horas por dia seu ateliê e explica alguns dos temas principais de sua obra. Nos 26 episódios da série “Incertezas Críticas” estão as reflexões de importantes pensadores da atualidade: Umberto Galimberti, Jacques Rancière, Christian Boltanski, Axel Honneth, Andreas Huyssen, Antoine Compagnon, Elisabeth Roudinesco, Georges Didi-Huberman, Hal Foster, Jean-Luc Nancy, Jonathan Crary, Luc Ferry e Tzvetan Todorov. Eles falam sobre arte, política, literatura, economia, relações internacionais, sociedade e história, trazendo para o debate questões relevantes da sociedade atual. A série é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 02/2013).

Na Terça das Artes, 11, às 23h30m, o episódio inédito da série “Designers do Brasil” apresenta o trabalho e a trajetória da dupla de designers Luciana Martins e Gerson de Oliveira. Juntos, eles formam a Ovo, um estúdio que desenvolve objetos e mobiliário que unem design, criatividade e funcionalidade. No programa dirigido por Adélia Borges e DJ Dolores, Luciana e Gerson revelam que uma criação inteligente, concilia a concisão com a capacidade de surpreender.

SEGUNDA DA MÚSICA

Daquele Instante em Diante (Documentário)

O Nego Dito Itamar Assumpção em um documentário que percorre sua trajetória musical, desde os anos da vanguarda paulista na década de 1980 até a sua morte aos 53 anos. Com depoimentos daqueles que conviveram com o artista, o filme reúne uma seleção de imagens raras garimpadas em acervos e arquivos particulares, que mostram sua presença antológica nos palcos, além dos momentos de intimidade entre os amigos e familiares.

Diretor: Rogério Velloso

Duração: 110 min

Exibição: 10 de julho, segunda-feira, às 21h45.

Classificação: 12 anos.

Horários alternativos:

Dia 11 de julho, terça-feira, às 1h45 e às 15h45;

Dia 12 de julho, quarta-feira, às 9h45;

Dia 15 de julho, sábado, 22h.

PROMO – Duração 1’:  https://www.youtube.com/watch?v=g6_ntEcMKsk

FOTOS EM ALTA: http://www.agenciafebre.com.br/canal-curta-semana-de-10-14-de-julho

TERÇA DAS ARTES

Designers do Brasil – Série

A série Designers do Brasil é composta por dez documentários de 26 minutos, cada um dedicado a um designer brasileiro. A série tem produção da Loma Filmes e coprodução com o Pacto Audiovisual, direção de DJ Dolores e a direção de conteúdo de Adélia Borges. Realizada para o canal Curta!, tem como objetivo mostrar a multidisciplinaridade do design por meio de profissionais que estejam em atuação e se destaquem nas várias áreas da atividade. São eles: Antonio Bernardo, Fred Gelli, Guto Indio da Costa, Guto Requena, Heloisa Crocco, Jacqueline Terpins, Ovo (Gerson de Oliveira e Luciana Martins), Renato Imbroisi, Rico Lins e Ronaldo Fraga.

Episódio inédito – Ovo

Luciana Martins (São Paulo, 1967) e Gerson de Oliveira (Volta Redonda, 1970), os dois parceiros da Ovo, concebem objetos híbridos, dinâmicos e flexíveis, que permitem diferentes configurações, para desejos e necessidades que variam ao longo do dia ou da vida. Cabideiros, prateleiras, bancos, mesas, cadeiras e sofás intercambiam suas funções e rompem as fronteiras das classificações. Vários objetos vão além da função para brincar e mexer com nossas percepções, adquirindo assim uma pulsão artística e poética. Luciana e Gerson primam por uma criação inteligente, conciliando a concisão com a capacidade de surpreender.

Diretores: Dj Dolores e Ronaldo Fraga

Duração: 26 min

Estreia: 11 de julho, terça-feira, às 23h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

Dia 12 de julho, quarta-feira, às 3h30 e às 17h30;

Dia 13 de julho, quinta-feira, 11h30;

Dia 15 de julho, sábado, 21h;

PROMO – Duração 1’: https://www.youtube.com/watch?v=LJUlVUWQ46M

FOTOS EM ALTA: http://www.agenciafebre.com.br/canal-curta-semana-de-10-14-de-julho

QUARTA DE CINEMA

Faixa “A Vida é Curta!” exibe dois curtas sobre o feminismo, com estreia de “Corpo Manifesto”

Curta! apresenta duas produções focadas no feminismo. São eles: “Corpo Manifesto” e “Quem Matou Eloá”. Estreando no canal, o curta “Corpo Manifesto”, de Carol Araujo, apresenta um panorama sobre o feminismo, buscando identificá-lo no cenário da luta feminista hoje, especialmente em uma pauta histórica crucial: a autonomia da mulher sobre seu próprio corpo. Já o curta-metragem “Quem Matou Eloá”, de Lívia Pereztraz uma análise crítica sobre a espetacularização da violência e a abordagem da mídia televisiva nos casos de violência contra a mulher, revelando um dos motivos pelo qual o Brasil é o quinto no ranking de países que mais matam mulheres.

Exibição: 12 de julho, quarta-feira, às 20h.

Classificação: Livre

Horários alternativos:

Dia 13 de julho, quinta-feira, às 00h e às 14h;

Dia 14 de junho, sexta-feira, às 8h;

Dia 15 de julho, sábado, às 14h.

Grandes Cenas – (Série)

Uma grande cena é aquela que não se define apenas na relação com as demais. Uma grande cena é aquela que contém em si um filme à parte, um universo à parte, capaz de alterar nossa sensibilidade e perdurar na nossa memória. Com o objetivo de resgatar o apreço por essa unidade fundamental que é a cena, a série Grandes Cenas busca analisar cenas memoráveis do cinema brasileiro.

Episódio inédito – “Central do Brasil”

A atriz Fernanda Montenegro esmiúça seu processo de composição da personagem Dora em Central do Brasil (1997), revivendo a experiência de filmar a intensa cena da romaria, em que Dora perde Josué em meio a centenas de fiéis.

Diretores: Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno

Duração: 15 min

Estreia: 12 de julho, quarta-feira, às 23h40.

Classificação: Livre

Horários alternativos:

Dia 13 de julho, quinta-feira, às 3h40 e às 17h40;

Dia 14 de julho, sexta-feira, às 11h40;

Dia 15 de julho, sábado, às 21h30.

QUINTA DO PENSAMENTO

Incertezas Criticas II (Série)

Incertezas Críticas é uma série documental de televisão com intelectuais de renome internacional. O objetivo é apresentar questões contemporâneas relevantes sobre arte, política, literatura, economia, relações internacionais, sociedade e história e permitir ao espectador entrar em contato com o trabalho dos principais pensadores da atualidade. São pequenos documentários de 26 minutos com um personagem principal e uma abordagem das questões fundamentais que ele tematiza em sua obra. Nesta segunda temporada, os entrevistados são Jacques Rancière, Christian Boltanski, Axel Honneth, Andreas Huyssen, Antoine Compagnon, Elisabeth Roudinesco, Georges Didi-Huberman, Hal Foster, Jean-Luc Nancy, Jonathan Crary, Luc Ferry, Tzvetan Todorov e Umberto Galimberti.

Episódio inédito – Christian Boltanski

O francês Christian Boltanski é um dos mais importantes artistas do mundo hoje, com obras marcantes na Documenta de Kassel, na Bienal de Veneza e no Grand Palais de Paris, entre outros. No seu ateliê em Malakoff, ele fala sobre sua trajetória, seu processo criativo, o papel da memória em suas obras e o trauma do Holocausto. Ainda neste programa, Boltanski dá sua visão sobre o que é ter uma ideia na arte, conta sobre a venda do direito de gravar 24 horas por dia seu ateliê e explica alguns dos temas principais de sua obra.

Diretor: Daniel Augusto

Duração: 26 min

Estreia: 13 de julho, quinta-feira, às 23h30.

Classificação: Livre

Horários alternativos:

Dia 14 de junho, sexta-feira, às 3h30 e às 17h30;

Dia 15 de julho, sábado, às 20h30;

Dia 16 de julho, domingo, às 8h30;

SEXTA DA SOCIEDADE

Mexeu com Uma, Mexeu Com Todas (Documentário)

Mexeu com uma Mexeu com todas é um dos gritos de protesto das mulheres que tomaram conta das ruas no Brasil e se organizaram em redes sociais para fazer frente ao machismo e ao conservadorismo. Através de depoimentos de mulheres públicas ou não que passaram por situações de violência, o documentário revela que, apesar de conquistas legais, a mulher ainda permanece em situação de vulnerabilidade. E contra isso mostram a cara com coragem de relatar experiências próprias, rompendo com a tendência anterior de se esconderem por vergonha ou medo de desaprovação social. Depoentes como a farmacêutica Maria da Penha – que empresta o nome à lei de 2006 que criminaliza a violência contra a mulher -; a nadadora Joanna Maranhão, que deu nome à Lei de 2012 que mudou o prazo de prescrição nos crimes contra dignidade sexual praticados contra crianças e adolescentes; a ex-modelo Luíza Brunet; a escritora Clara Averbuck e várias outras mulheres constroem suas narrativas.

Diretora: Sandra Werneck

Duração: 71 min

Estreia: 14 de julho, sexta-feira, às 22h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

Dia 15 de julho, sábado, às 2h30 e às 11h30;

Dia 16 de julho, domingo, 22h30;

Dia 17 de julho, segunda-feira, 16h30.

Sobre o Curta!

Dedicado às artes, cultura e humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores independentes. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, os principais segmentos temáticos da programação são música, dança, teatro, artes visuais, meta-cinema, filosofia, literatura, história-política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 da NET, 56 na Claro TV, 76 na Oi TV, na GVT e Vivo como canal opcional à la Carte, 132 e 664, respectivamente. Siga as redes do canal nos endereços:

www.facebook.com/CanalCurtatwitter.com/CanalCurta e www.youtube.com/user/canalcurta.

Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.