Search
sábado 18 novembro 2017
  • :
  • :

Trieiros, No meio de um monte de nada

Por Alba Maria Gomes Cobo – (Aluna de Jornalismo- Disciplina de Jornalismo Cultural)

 Aconteceu em Palmas, na noite de domingo, 14, no Campus da UFT, o encerramento do espetáculo “Trieiros”- no meio de um monte de nada, que teve início no dia 22 de abril. Obra do Grupo Xanarai, sediado em Palmas desde 2013.

A apresentação é uma síntese desenvolvida através de pesquisas realizadas pela direção do espetáculo que sintetiza as viagens da equipe pelo Tocantins durante os anos de 2013 e 2015. As histórias são contadas de forma poética e mostram além das paisagens e signos do Estado, suas facetas.

Durante toda a apresentação é possível observar particularidades culturais que definem nativos e migrantes, assim como a técnica demonstrando toda a pesquisa do grupo, que conta com iluminação, sonoplastia e cenário que em alguns momentos mescla sobra, projeção em uma nova linguagem.

“No meio de um monte de nada” mostra a relação entre o homem e a natureza, a necessidade da preservação ambiental, o folclore e os costumes regionais. O nome “Trieiros”, que da vida ao espetáculo, tem origem em um pequeno caminho, estreito, assim como àquelas pessoas que percorrem trilhas. Foram inspirações para a criação do espetáculo regiões como a Ilha do Bananal, o Jalapão e alguns outros pontos históricos-turísticos que marcam a trajetória do Estado.

A obra conta com a direção de Francisco Peres e Karina Yamamoto e produção pelo Grupo Xanarai e Fluxo Criativo.