Search
quinta-feira 13 dezembro 2018
  • :
  • :

10ª Mosca: a crítica convertida em emoção

Por Karina Custódio (aluna de Jornalismo – UFT)

A 10ª Mostra semestral do Curso de Teatro – MOSCA, iniciou suas atividades na última quarta-feira  (25), organizado pelos alunos de Teatro da UFT, o evento propõe o contato entre a faculdade e a comunidade por meio da arte. Sua programação conta com oficinas sobre arte e cultura, como também peças, performances, dança e até mesmo arte circense. O evento é uma organização dos alunos de Teatro, entretanto, houve e, hoje, ainda acontece apresentações de diversos artistas, inclusive não acadêmicos e/ou de outros cursos. A mostra acontece na maior parte do tempo na própria UFT, mas haverá também programação exterior, hoje, por exemplo, na programação tem festa na Serreal, e no encerramento do evento com o sarau de contos, no domingo (28), na praia da Graciosa. Os dois primeiros dias de Mosca escancararam o talento e esforço dos estudantes de teatro, que usando de sua arte nos fizeram sair do lugar, deixando-nos, surpresos, alegres e extasiados numa sequência constante de obras artísticas e os consequentes sentimentos que nos causavam.

No palco, eram contadas as histórias dos alunos e relatos fictícios cheios de realidade e crítica. Críticas a um sistema que oprime mulheres e homossexuais, crítica à faculdade, ao curso de teatro, e mesmo aos alunos que o frequentam. Críticas recheadas de dor, humor e uma certa dose de esperança, sempre mostrando que mesmo que tudo pareça dolorido e real demais para mudar, existem alternativas. E dessa forma, o Mosca nos mostra que podemos e devemos insurgir, pois é a insurreição a capaz de nos conceder aquilo que é nosso por direito.

Entretanto, é preciso falar ainda do que está por vir, porque o Mosca segue fazendo-nos sentir e refletir, hoje, e no próximo domingo, com oficinas e o festival do minuto (cinema) durante a tarde de 13:00 às 19:00. E durante a noite as reapresentações das peças de teatro “O lixo” e “Diproma”; as performances “Verdades humanas”, “Repete” e “O jornadear das poderosas” e ainda uma performance musical, tudo isso hoje, de graça, a partir das 19:00, na UFT (Hall da biblioteca e Bloco B).