Search
segunda-feira 20 novembro 2017
  • :
  • :

Sesc trará Bienal de São Paulo para o Tocantins em agosto

Curtir a Bienal de São Paulo em Palmas, Tocantins. Quem poderia imaginar? E é isso o que vai acontecer entre agosto e setembro deste ano. O estado vai receber parte da 32ª Bienal. A confirmação veio no início desta semana, quando uma equipe de técnicos culturais do Sesc Nacional, juntamente com o curador da Bienal, Jochen Volz, esteve na Capital. Na região Norte, o Tocantins foi o único estado escolhido para receber esse recorte da Bienal. Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (63) 3212-9922.

O tema da Bienal deste ano é “Incerteza Viva”. Parte dela virá ao Tocantins devido ao programa de itinerâncias adotado em 2011 pela Fundação Bienal. O objetivo é ampliar a difusão da arte contemporânea, além de promover o acesso de outros públicos aos conteúdos e obras apresentadas em São Paulo. As mostras itinerantes da Bienal são adaptadas aos espaços onde serão apresentadas, tanto no Brasil, quanto no exterior. Em Palmas, além do Centro de Atividades da 502 Norte e do Tênis Sesc, no Aureny III, outros espaços públicos deverão ser contemplados.

O Sesc firmou uma parceria com a Fundação Bienal de São Paulo por acreditar na potencialidade da arte como agente transformador da sociedade. Essa parceria, acima de tudo, possibilita o acesso aos bens culturais e ainda a democratização da arte aos tocantinenses.  “A Bienal de São Paulo é um dos mais importantes eventos voltados para as Artes Visuais da América Latina e a sua vinda para o Tocantins ajudará a fortalecer a cena artística local e será ainda uma oportunidade ímpar para que a população possa entrar em contato com a produção contemporânea. Através das obras, o público poderá ampliar as oportunidades de leitura e ação no mundo. E o tema “Incerteza Viva” da 32ª Edição, é bastante oportuno para lançar novos olhares sobre o mundo em crises financeira, ideológica, política, ambiental e social e as incertezas delas decorrentes”, comemora Vone Petson, promotor em Artes Visuais do Sesc Tocantins.

A equipe do Sesc DN que esteve em Palmas nesta semana foi composta por Marcia Costa Rodrigues – chefe do Departamento de Cultura; Caroline Souza – assessora em Artes Visuais; e Felipe Isola – coordenador de Produção. Também integraram a comitiva, Jochen Volz e Alvaro Razuk, respectivamente, curador e arquiteto da 32ª Bienal. Em Palmas, eles foram recebidos pelo diretor regional, Marco Antonio Monteiro, diretores, coordenadores e promotores culturais do Sesc Tocantins.

32ª Bienal de São Paulo
A 32ª Bienal de São Paulo, que tem como título Incerteza viva (Live Uncertainty), aconteceu de 10 de setembro a 12 de dezembro de 2016 no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, reunindo aproximadamente 90 artistas e coletivos. A Bienal tem como objetivo a reflexão acerca das atuais condições da vida e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas. Tem como curador: Jochen Volz e como cocuradores: Gabi Ngcobo, Júlia Rebouças, Lars Bang Larsen e Sofía Olascoaga. (Fonte: http://www.bienal.org.br).

O recorte da 32ª Bienal de São Paulo vai estar em Palmas entre agosto e setembro deste ano, no Centro de Atividades (502 Norte) e no Tênis Sesc (Aureny III). Mais informações pelo telefone (63) 3212-9922.

Serviço
Cultura – Tocantins vai sediar Bienal de São Paulo em agosto
Informações: (63) 3212-9922