Search
terça-feira 16 janeiro 2018
  • :
  • :

Estréia em Palmas o Espetáculo Infantil “O Homem do Banco Branco e a Amoreira”

A MINHA NOSSA Cia. de Teatro, em parceria com a Girolê Produções Artísticas, através do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura, realizam esta semana no Sesc Palmas o espetáculo teatral “O Homem do Banco Branco e a Amoreira“, associada a um programa de intercâmbio com grupos de teatro independentes em cada uma das cidades percorridas, além de ações de formação com alunos do ensino fundamental e educação especial de escolas e instituições públicas do município. O espetáculo está fazendo sua primeira circulação pelo nordeste e norte do país.

As apresentações serão nos dias 15 e 16 de Outubro no teatro Sesc de Palmas e contará com narradores em áudio descrição e intérprete de libras, garantindo assim a fruição de todos os públicos.

Quem tiver necessidade da áudio descrição, pode reservar seu equipamento através do e-mail hbbapalmas@gmail.com, informando nome completo e a data de utilização

003

A peça

O Homem do Banco Branco e a Amoreira conta a história de um homem que espera seu amor perdido nos trilhos do tempo, para juntos compartilharem os frutos da amoreira. É um espetáculo desenvolvido para crianças, a partir do pressuposto de que são seres sensíveis capazes de fruir uma obra de arte como agentes fundamentais e ativos do acontecimento teatral. O espetáculo dá expressão ao ambiente lúdico e às possibilidades imaginativas utilizando-se de poucos signos, com figurinos e cenário que ganham contornos e tessituras em composição com a iluminação. Assim, lançando mão de estética minimalista, compartilha com o público uma singela história de amor de forma lúdica e poética.

O texto da peça é fruto de um processo iniciado em oficina que propunha pesquisar novas dramaturgias de teatro para crianças. A montagem do espetáculo ocorreu em 2009, em Curitiba/PR, a partir do projeto acadêmico de Léo Moita, “O jogo teatral na construção do espetáculo”, na Faculdade de Artes do Paraná. O encontro dos jovens artistas, na época universitários, foi essencial para a realização da peça, e se desdobrou na criação da MINHA NOSSA Cia. de Teatro, que hoje possui em seu repertório mais dois espetáculos e uma performance. Sua configuração heterogênea, que hoje compreende atores, performers, músicos, artistas visuais e arte-educadores, fortalece o cultivo de um lugar poético de reflexão, crítica e criação artística plural.

Produzido de forma independente, o espetáculo “O Homem do Banco Branco e a Amoreira” participou de diversos Festivais e Mostras nos estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina e conquistou prêmios de melhor espetáculo, iluminação, maquiagem, cenário, texto e direção. Ao longo desse percurso, percebeu-se que o intercâmbio com artistas e públicos de outros estados, ao possibilitar o encontro na diferença, amplia a pluralidade de percepção e o reconhecimento das similaridades e diferenças que é tão essencial ao fazer artístico quanto à construção da identidade brasileira.

Sobre a Minha Nossa Cia. de Teatro

A Minha Nossa Cia. de Teatro, mantém trabalho constante desde 2009, contemplando os desejos artísticos de seus integrantes no teatro e na performance a partir da investigação de problemáticas do indivíduo contemporâneo, em que figuram a solidão, a dificuldade de compartilhamento, a percepção do tempo, entre outros. Em sua pesquisa estética, buscam um teatro poético e minimalista, apresentando em situações metafóricas a resposta a essas inquietações. Sua configuração heterogênea, que hoje compreende atores, performers, músicos, dramaturgos, artistas visuais e arte-educadores, fortalece o cultivo de um lugar poético de reflexão, crítica e criação artística plural, mantendo vivo o encontro das diferenças que a configuram como “Minha” e “Nossa”.

Atualmente é composta pelos artistas: Álvaro Antônio (músico, sonoplasta e artista gráfico), Erica Mitiko (iluminadora e cenógrafa), Felipe Custódio (figurinista, ator e produtor), Fernanda Perondi (atriz, performer e arte-educadora), Léo Moita (diretor, dramaturgo, ator e arte-educador), Moira Albuquerque (atriz, performer, contadora de histórias e produtora), Raul Freitas (iluminador e maquiador), Val Salles (ator e figurinista).

Serviço

O que? – O Homem do Banco Branco e a Amoreira

Onde? – Teatro Sesc Palmas

Quando? –  15 e 16 de Outubro

Que horas? – 17 horas

Quanto? – 10 inteira e 5 meia

Haverá 22 equipamentos disponíveis para áudio descrição