Search
segunda-feira 24 setembro 2018
  • :
  • :

Especial Michael Jackson – parte I

Para começar esta homenagem ao maior artista do mundo, pensei em começar do zero e ir até o fim, mas daí me veio o questionamento: que fim?

Michael partiu, mas a obra dele não.

A vida e obra dele rende muito assunto, não tem como escrever sobre tudo, esta homenagem passará por alguns assuntos da carreira e vida do rei, então vamos começar fazendo uma cronologia da vida de MJ.

MJ 1

– 29 Agosto 1958 – Nasce em Gary, Indiana, um subúrbio de Chicago, estado do Illinois.

– 1968 – a Motown assina com os Jackson 5, grupo que junta os cinco irmãos Jackson, supervisionados pelo pai. “I Want You Back”, o primeiro single, é lançado um ano depois e torna-se um sucesso imediato.

1970 – o sucesso dos Jackson 5 é estrondoso, com vários singles atingindo o 1º lugar do top americano. Michael, com 12 anos, torna-se o principal vocalista do grupo.

1979 – lança seu primeiro disco solo Off The Wall, produzido por Quincy Jones. O disco vende 7 milhões de cópias, “Don’t Stop Till You Get Enough” é uma das canções mais memoráveis.

1982 – a escalada do sucesso prossegue. Thriller, o álbum que se segue, torna-se o disco mais vendido até então e combina sucessos musicais com videoclipes, como “Billie Jean”, “Beat It” e “Thriller”.

1987 – o Rei do Pop vai cinco vezes ao primeiro lugar do top de singles norte-americano. Bad popularizou canções como a que dá nome ao disco, “Man In the Mirror” e “Dirty Diana”.

1991 – Dangerous vende 20 milhões de cópias em todo o mundo, mas é tido como um sucesso menor, comparado aos números estrondosos dos seus antecessores. É na arte do videoclipe que Jackson se mantém no top: os 11 minutos de “Black and White” são uma extravagância maior.

1993 – o visual “mutante” de Jackson acentua-se e o cantor é obrigado a explicar a Oprah Winfrey que padece de uma doença de pele, que a torna cada vez mais branca. Confessa também que foi violentado pelo pai enquanto criança. No mesmo ano é acusado por uma criança de 13 anos de abuso sexual.

1994 – numa manobra inesperada, casa com Lisa Marie Presley, filha de Elvis Presley.

1995 – o best-of HIStory fica aquém das expectativas, no plano comercial. Não era esperado que uma coletânea de Jackson vendesse “apenas” 2 milhões de discos nos Estados Unidos. 1996 – divorcia-se de Lisa Marie Presley. Casa com Debbie Rowe, uma enfermeira que teria engravidado através de inseminação artificial. Prince Michael Jackson Jr. Nasce em Fevereiro de 1997. Jackson e Rowe são também pais de uma menina, Paris Michael Katherine, nascida em Abril de 98.

1999 – divorcia-se de Debbie Rowe, ficando com a custódia dos filhos.

2001 – Invincible, o primeiro álbum de originais em 10 anos. Custa, alegadamente, 30 milhões de dólares.

2002 – uma imagem que valeu mais do que mil palavras: Jackson é fortemente criticado depois de agitar o seu terceiro filho, Prince Michael II, no exterior de uma janela de um quarto de hotel. Culparia, posteriormente, “o calor do momento”.

2003 – o documentário Living With Michael deteriora ainda mais a imagem pública do músico. Jackson conta ao jornalista Martin Bashir que dorme com crianças, frisando que a natureza das relações não é sexual. No mesmo ano é novamente acusado de abuso sexual de um menor de 12 anos.

2005 – Jackson é absolvido dos crimes de natureza sexual de que fora acusado.

2006 – o rancho de Neverland é fechado. As dificuldades financeiras acumulam-se.

2009 – Jackson anuncia pelo menos 10 shows em Julho, na O2 Arena, em Londres. Disse ainda que estes seriam os últimos concertos da sua carreira. Não deu tempo de cumprir a promessa.

Fontes: CNN, allmusic.com

*capa i will be there

*Tradução:

Em nosso momento mais escuro

Em meu desespero mais profundo

Você ainda vai se importar?

Você vai estar lá?

Em meus julgamentos e tribulações

Em nossas dúvidas e frustrações

Em minha violência

Em minha turbulência

Por meus medos e confissões

Minha angustia e minha dor

Minha alegria e meu sofrimento

Na promessa de um outro amanhã

Nunca te deixarei partir

Porque você está sempre em meu coração