Search
quarta-feira 17 outubro 2018
  • :
  • :

Nasce Cerrado Novo, renovo meu conceito…

Dairo Santos

Confesso de corpo e alma que quando me deparei com uma foto de artistas reunidos cada um com uma cabeça diferente, cada um com uma concepção musical diferente, cada um com um estilo de imagem, vida e música diferente… anunciando um show chamado “Cerrado Novo” me senti (como todo e velho bom amante de causas nobres!) invejoso e desconfiado, porque diante do que se tem visto hoje em dia como “novo” cá para nós fica difícil acreditar nessa proposta.

Mas, porém, contudo, todavia, como bom amante de um certo desfio, decidi apostar na proposta e usar do velho “ver para crer” .

Usei um pouco da velha malandragem e me embreiei nessa história com 3 simples perguntas que os artistas me responderam com total convicção e certeza que me deixou com a alma nutrida de uma coisa que a muito não vejo… ESPERANÇA

Bom! Deixando de lado o meu egocentrismo familiar, vamos ao que interessa…

Fiz 3 perguntas básicas a todos os 6 integrantes do que eles mesmo afirmam chamar “MOVIMENTO”… e que me deixaram de cabelo em pé; sem falar na musicalidade que tive o prazer de ser espectador antes de todos vocês e que garanto que vai arrebentar com o conceito retrogrado de que: “aqui só se faz o que já se foi feito.”

Coloco aqui para desgosto dos seis o conceito único, formado da resposta de todos, mas acredito que eles não vão me odiar mais por isso…  (Assim espero)

Deixemos de nhem, nhem, nhem.

 E vamos ao Quiz!!!!

  • O Que é Cerrado Novo?

O Cerrado morre nas queimadas que sempre vivenciamos nos períodos de seca e o Cerrado Novo é o Renovo daquilo que se desaparece na queimada, e esse conceito foi usado no que para eles quer dizer que existe uma gama de artistas sedentos, cheios de vontade de mostrar que fazem música e música boa, e que existem pessoas que querem escutar isso, Cerrado Novo não é uma só planta, mas a composição de um terreno que recebe várias espécies de estilos musicais, formando assim uma flora diversificada e apaixonante, segundo um dos integrantes: “É o que eu sou, mas não sou só eu, é cada um que queria experimentar, provar, ou se botar a prova”.

  • Por que Cerrado Novo?

Por não querer ser um, mas vários em uma só direção, a muitos anos cada um dos artistas tentam se colocar nos “pícaros da glória” como diria Vicente Celestino, sozinho, sem a escada de ninguém, e nesse movimento, isso também é um renovo.

Imaginem só, 6 cabeças pensantes, cada uma um universo, se juntarem para criar uma harmoniosa sonorização –  querido leitores, só de não se matarem eles já merecem todo nosso respeito e ouvidos.

  • O que te faz estar no Cerrado Novo?

Amor, paixão, tesão à arte um me respondeu, porque eu sou Cerrado Novo. Outro mais cheio de certeza me garantiu, porque aqui não há rótulos. Outro esbravejou, mas a resposta que me deixou com um nó na garganta foi: “porque aqui somos todos cúmplices.

Que lindo isso, fazer o que se acredita, sem ter medo do fracasso ou receio de desagradar a Fulano e a Beltrano, sem receio do que passou e dando esperança a quem há de vir.

Parabéns Cerrado Novo, faço parte eu também do que vocês já renovaram, nos encontramos as 20:00 da Sexta-Feira no Teatro de Bolso do Memorial Coluna Prestes onde eu também quero gritar: “EU TAMBÉM SOU CERRADO NOVO