Search
segunda-feira 20 novembro 2017
  • :
  • :

Entrevista com a escritora Tocantinense Luma Nunes

Natural de Palmas-TO, Luma Nunes, tem 23 anos, escreveu seu primeiro livro aos 20, sempre teve na alma a sensibilidade de escrever, é uma leitora de verdade, lê um livro por semana e publica tudo em seu blog Antes das Cinco, trabalha em meio a livros…ou seja, nasceu pronta para o mundo literário.

Acompanhe o bate papo que tive com ela via facebook, porque nós adoramos usar a tecnologia a nosso favor.

 Luma Nunes 2 

TOCult: Luma, muitos dizem que quem escreve nasce escritor, só que chega um momento em que recebe um chamado, um aviso, uma luz… quando este chamado chegou até você?

Luma Nunes: Não sei ao certo, sinto que a leitura, e consequentemente a escrita, estiveram comigo a vida inteira… Lembro que gostava de escrever poeminhas quando menina e com o tempo essa ânsia de escrever foi só se fortalecendo e sendo aprimorada.

TOCult: O gênio, Michael Jackson, disse uma certa vez que as músicas estão em um plano superior esperando para serem “pescadas”, você acredita que as histórias estão em um plano também? E quem tem sensibilidade consegue se conectar a estas histórias e passa-las para o papel? (ou estou viajando muito).

Luma Nunes: Concordo plenamente! Quando começo escrever a coisa flui tão bem que parece que entro em um mundinho particular… E sempre achei escritores pessoas de almas tão sensíveis. Agora tá explicada essa sensação!

TOCult: Quais livros você gosta de ler?

Luma Nunes: Gosto de tudo, no geral… Sempre gostei muito de revista, gibis e jornais – meus pais me incentivaram muito… No momento, gosto de New Adults. Me identifico muito com os personagens que normalmente são jovens entre 18 e 25 anos que ainda não se estabeleceram na vida.

TOCult: Você tem um blog, muito maneiro, Antes das Cinco, e nele você tem um desafio de ler um livro por semana, isso mesmo?

Luma Nunes: Descobri muito sobre como percebo as coisas através do blog. Às vezes termino um livro e acho uma coisa…quando começo a passar a minha opinião para o blog, minha percepção muda, eu consigo me conectar melhor com a história e transmitir para o meu público o que eu senti de verdade. O projeto é uma delícia! Ler um livro por semana é uma experiência riquíssima…

TOCult: Me conta da inspiração, do seu primeiro livro, “Mais Brilhante que o Sol”?

Luma Nunes: É difícil pensar sobre ele agora. Acho que foi um excelente primeiro trabalho, mas olhando pra trás não sei se ainda escreveria daquele jeito. É legal ver como amadureci na minha escrita e na vida também. Mas a história de Helena me surpreendeu pela quantidade de pessoas que se identificaram com a personagem! Ela é fã de um ator. O destino faz com que ela tope com ele nas ruas de NYC e eles acabam se apaixonando. Ele é bi e está recém saido de um relacionamento gay… É uma loucura!

TOCult: Como foi o processo para lançar o livro?

Luma Nunes: Um pouco frustrante. Recebi propostas absurdas para publicar e no final confiei em uma editora que não cumpriu com minhas expectativas. Doeu, mas no final respirei aliviada e aceitei que deu certo. Não do jeito que eu queria, mas não quis ficar remoendo.

TOCult: Não vai parar né?? Já se conectou com as histórias dos outros planos para novos livros?

Luma Nunes: Eu não sei quanto a publicar… Mas já escrevi sim outras histórias. A minha favorita se chama Folhas de Vidro Colorido.

TOCult: Qual história que você gostaria de ter escrito?

Luma Nunes: Ai que difícil! Às vezes termino de ler um livro e penso: “Caramba! Nunca vou conseguir escrever assim!“… Não quero soar clichê e falar que adoraria escrever Harry Potter – EU QUERIA MUITO! Mas… Acho que me sinto mais conectada aos romances, por isso, eu adoraria ter escrito um livro chamado Proibido, que relata o drama de irmãos que se apaixonam. É doce, triste, poético, dramático… Despertou um milhão de sentimentos em mim e acho que é isso que um livro deve fazer.

TOCult: Pra gente fechar, indica UM livro, UMA música, UM cantor/banda e UM filme.

Luma Nunes: Livro: O Sol É Para Todos, Música: Janta – Marcelo Camelo e Mallu Magalhães, Cantora: Cássia Eller. Filme: O Curioso Caso de Benjamin Button.

Obrigada pela entrevista Luma, quem quiser comprar o livro Mais Brilhante que o Sol o encontra na Livraria Leitura do Capim Dourado Shopping ou diretamente com a escritora através do perfil dela no Facebook: https://www.facebook.com/luma.nunes.16?fref=ts

Luma Nunes


Um comentário sobre “Entrevista com a escritora Tocantinense Luma Nunes