Raduan Nassar é semifinalista do Prêmio Internacional Man Booker

Raduan Nassar está em silêncio há 30 anos, mas continua sendo falado e aclamado. O autor, considerado uns dos principais escritores brasileiros, é um dos 13 escritores para a longlist – a fase anterior à final -, do Prêmio Internacional Man Booker 2016. A lista foi anunciada na noite de quarta (9) pela fundação Man Booker Prize.

Até escolherem os 13 escritores foram avaliadas 155 obras do mundo todo. A inclusão de Raduan na seleção semifinal ocorre dois meses depois de sua obra chegar pela primeira vez ao público de língua inglesa, pela editora Penguin do Reino Unido.

Raduan Nassar

00365_gg

Raduan chama atenção tanto por sua obra, quanto pelo abandono (precoce) da literatura. Nascido em Pindorama, São Paulo.

Desde os anos 1960, quando decide dedicar-se à literatura, ele já se dividia entre a produção rural e as atividades no Jornal do Bairro, semanário fundado pelos irmãos Nassar, do qual foi redator-chefe. Deixa em 1974 a direção do jornal e leva a cabo o projeto cujas primeiras anotações datavam de alguns anos: em poucos meses, trabalhando arduamente, conclui o romance Lavoura arcaica, sua obra de estreia, que acaba de completar 40 anos.

images

Em 1978, publica a novela “Um copo de cólera”, cuja primeira versão fora escrita no início da década de 1970. E os contos que compõem o livro Menina a caminho e outros textos, publicado em 1997, datam dos anos 1960 – exceção feita a “Mãozinhas de seda” (produzido na década de 1990). E foi só. Poucos anos após ter estreado, em 1984, Raduan Nassar anuncia o abandono da literatura para se dedicar exclusivamente à produção rural.

13625_g

Abaixo lista completa:

José Eduardo Agualusa  (Angola)   Teoria Geral do Esquecimento

Elena Ferrante  (Itália) The Story of the Lost Child (Sem tradução)

Han Kang  (Coréia do Sul A Vegetariana

Maylis de Kerangal  (França)  Mend the Living  (Sem tradução)

Eka Kurniawan  (Indonésia)  Tiger Man (Sem tradução)

Yan Lianke (China)  Carlos Rojas, The Four Books  (Sem tradução)

Fiston Mwanza Mujila  (República Democrática  do Congo / Áustria) Tram 83   (Sem tradução)

Raduan Nassar  (Brasil)  Um copo de cólera

Marie Ndiaye  (França)   Ladivine   (Sem tradução)

Kenzaburo Oe  (Japão)   Death by Water (Sem tradução)

Aki Ollikainen  (Finlândia)  White Hunger  (Sem tradução)

Orhan Pamuk  (Turquia)   A Strangeness in My Mind   (Sem tradução)

Robert Seethaler  (Áustria)  A Whole Life (Sem tradução)