Search
quarta-feira 22 novembro 2017
  • :
  • :

Minissérie LIGAÇÕES PERIGOSAS terá início hoje! Vale conferir.

A rede Globo de Televisão em uma aposta perigosa e arriscada inicia hoje exibição de Ligações Perigosas.

Arriscada em primeiro momento porque a obra/livro é consagrada no mundo todo e é sim, apesar de difícil leitura, um livro maravilhoso.

Em segundo momento porque há duas versões para o cinema e ambas fantásticas. Muito bem escritas e produzidas e protagonizadas por celebridades extremamente conhecidas.

E porque ambos os fatos são perigosos? Porque a emissora não escapará da análise mais apurada dos grandes críticos que conhecem a obra em todas as suas vertentes, mesmo que a obra da emissora, e já aviso antecipadamente, seja uma adaptação da original, realizada pela maravilhosa e talentosa Manoela Dias (estreante na condução de uma obra sua) e dirigida pelo excelente Vinicius Coimbra.

A série contará com Patricia Pillar, Selton Mello, Marjorie Estiano e Alice Wegmann defendendo os papeis principais. A trama conta ainda com Leopoldo Pacheco, Lavinia Pannunzio, Guilherme Lobo, Jesuíta Barbosa, Isabela Santoni (no papel de Pillar na juventude) e Aracy Balabanian.

A minissérie: Se passa no Brasil no ano de 1928 na fictícia Vila Nova. Além do estúdio foram gravadas cenas na Patagônia Argentina e em uma Fazenda na Argentina, para tornar a atmosfera mais europeia. Na série da emissora Isabel (Pillar) é um viúva rica que trai seu marido, até mesmo, no próprio velório. Isabel tem uma relação aberta com Augusto de Valmont (Mello), se dão muito bem, visto que ambos são igualmente ricos, descompromissados, extremamente manipuladores e óbvio elegantes. o que os faz competirem entre si em uma especie de guerra dos sexos.  Após viuvez Isabel, mesmo rica, e com sua ambição extrema está certa de que Heitor Damasceno (Pacheco), seu amante, irá pedi-la em casamento. Heitor é um rico comerciante, porém desprovido de elegância e bom trato. Heitor quer entrar para a política e, para tanto, precisa subir ao altar, precisa estar em um casamento respeitável. em um jantar eis que a arrogante Isabel sofre sua primeira grande decepção, pois acreditava que seria pedida em casamento o que não acontece uma vez que Heitor pede a mão de Cecília (Alice Wegmann), de apenas 17 anos, filha de Iolanda Mata Medeiros (Pannunzio), prima de Isabel. Após jantar Isabel furiosa vai tirar satisfações com Heitor. A resposta de Heitor a deixa mais furiosa pois o mesmo a diz que jamais se casaria com uma mulher que se “dá ao desfrute”.  Aí começa a trama principal da série quando a viúva parte para a vingança: não permitirá que Heitor se case com uma menina virgem, iniciando assim um jogo de manipulação e sedução. Primeiramente Isabel apelará par que Augusto seduza Cecília e a deflore, mas ele recusará  visto que está mais interessado em conquistar Mariana de Santanna (Marjorie Estiano), uma mulher casada e religiosa. Isabel vira amiga da sobrinha e passa a manipulá-la. Convence sua mãe a lhe contratar um professor de música, Felipe Labarte (Jesuíta Barbosa). Os dois se apaixonam, mas Felipe não aceita deflorar Cecília antes do casamento. Logo Isabel irá apelar novamente a Augusto. O final não contarei, óbvio.

Sobre o Livro:

O livro Les Liaisons Dangereuses  – Ligações Perigosas – é um romance do século XVIII escrito por Choderlos de Laclos e publicado em 1782. A obra inteira é escrita em forma de cartas trocadas entre si por aristocratas, na época imediatamente anterior à Revolução Francesa.  Tai nobres ociosos e sem escrúpulos dedicam-se prazerosamente a destruir as reputações de seus pares. O enredo tem como foco o Visconde de Valmont e a Marquesa de Merteuil, que manipulam e humilham a todas as personagens através de intrigas e jogos de sedução. Quando lançado, o livro foi considerado calunioso e mentiroso, pois tratava de outro modo a nobreza francesa, mostrando a história de personagens vis, sem as idealizações da literatura anterior. O livro é considerado uma obra-prima do gênero, pois adentrou muito a fundo a mente dos personagens, mostrando seus temores, desejos, malícias e formas de manipulação.

Versões para o Cinema segundo obra original:

A primeira versão que conheço é Ligações Perigosas (1988) do britânico  Stephen Frears, estrelada por Glenn Close e John MalKovich, vencedora de três Oscars (roteiro adaptado, direção de arte e figurinos). Além dos citados atores o filme tem no elenco outros grandes astros e estrelas do cinema internacional, como Michelle Pfeiffer (Madame Marie de Tourvel), Swoosie Kurtz (Madame de Volanges), Keanu Reeves (Le Chevalier Raphael Danceny), Uma Thurman (Cécile de Volanges).

A segunda versão que conheço chama-se Valmont (1989), do diretor Milos Forman, e é considerada mais apimentada que a versão de Frears. O filme tem elenco encabeçado por Colin Firth (“Valmont”), Annette Bening (Merteuil), Meg Tilly (Tourvel), Fairuza Balk (Cecile) e Jeffrey Jones (Gercourt). Velmont não tem a mesma sofisticação da abordagem de Frears, mas ganha em agilidade e sensualidade, graças ao seu elenco mais jovem.