Search
quarta-feira 18 julho 2018
  • :
  • :

Cine Cultura – Sala Sinhozinho exibe os filmes “Olmo e a Gaivota” e “Se Deus Vier que Venha Armado” de 17 a 23 de dezembro

O Cine Cultura – Sala Sinhozinho em mais uma programação diferenciada traz a cidade de Palmas e aos amantes do bom cinema os filmes: “Olmo e a Gaivota” e “Se Deus Vier que Venha Armado”.

Abaixo segue a programação:

Olmo e a Gaivota (estreia)

Horário: 19h10min

Diretor: Petra Costa

Duração: 87 minutos

Classificação: 12 anos

Nacionalidade: Pais: Brasil, Portugal, Dinamarca, França, Suécia

Gênero: Documentário

Se Deus Vier Que Venha Armado

Horário: 20h30 min

Diretor: Luis Dantas

Duração: 87 min

Classificação: 14 anos

Nacionalidade: Brasil

Gênero: Drama, Policial.

O novo filme da diretora Petra Costa (“Elena”, 2012), com codireção da dinamarquesa Lea Glob. O filme, que ganhou o prêmio de melhor documentário no 17º Festival do Rio, e também foi premiado no 68º Festival de Locarno, traz a união entre ficção e realidade.

Na obra, os atores do Théâtre du Soleil, Olivia Corsini e Serge Nicolaï, representam a si mesmos na experiência da gravidez real da atriz, enquanto é encenada a peça “A Gaivota”, do russo Tchekhov.

Este é o segundo longa de Petra Costa, depois do elogiado “Elena” (2012), no qual a diretora se aprofunda na intimidade da própria família ao abordar de forma poética e abstrata o suicídio da irmã.

SINOPSE

Uma travessia pelo labirinto da mente de uma mulher, OLMO E A GAIVOTA conta a história de Olivia, atriz que se prepara para encenar A Gaivota, de Tchekov. Quando o espetáculo começa a tomar forma, Olivia e seu companheiro Serge, que se conheceram no Théâtre du Soleil, descobrem que ela está grávida.

Os meses de gravidez se desdobram como um rito de passagem, que forçam a atriz a confrontar seus medos mais obscuros. O desejo de Olivia por liberdade e sucesso profissional bate de frente com os limites impostos pelo seu próprio corpo. Ela se olha no espelho e vê as duas personagens femininas de A Gaivota – Arkadina, atriz que está envelhecendo, e Nina, atriz que se perde na loucura – como inquietantes reflexos de si mesma.

O filme tem uma nova virada quando o que parece ser encenação revela-se como a própria vida. Ou seria o inverso? Esta investigação do processo criativo nos convida a questionar o que é real, o que é imaginado e o que sacrificamos e celebramos em nossas vidas.

O primeiro longa-metragem do diretor Luis Dantas (A performance, 2011) percorreu uma trajetória de oito anos e três editais. O filme é protagonizado por Vinicius de Oliveira, revelado em “Central do Brasil”. As gravações de “Se Deus Vier que Venha Armado” tiveram início em setembro de 2012, na periferia de São Paulo. Grande parte das cenas foi rodada no Jardim João XXIII, extremo oeste da capital. Um produtor bateu de casa em casa na comunidade para apresentar o projeto aos moradores e tentar locar suas casas para o set de produção. Muitos moradores também participaram do filme, fazendo figuração. Já a ONG onde a turma de Palito dança hip hop é a SAJU – Organização Cultural, Social e Artística, instalada no Campo Limpo, zona sul de São Paulo.

SINOPSE

Após ser liberado temporariamente da prisão, um presidiário tem 72 horas para visitar o seu irmão, encontrar um amigo de infância e encontrar com uma mulher. Entretanto, ele também tem uma missão a cumprir para os chefes do crime, como parte de uma onda de ataques do PCC no estado de São Paulo.

PRESTIGIEM O CINE CULTURA – SALA SINHOZINHO. NOSSO ESPAÇO DE CINEMA!