Search
sexta-feira 26 fevereiro 2021
  • :
  • :

Espaço Cultural em Palmas recebe a Exposição “Território Imaginário – Ocupações”, do artista visual Antônio Netto

A partir de 18 de novembro será realizada a oitava exposição individual de Antônio Netto:  Território Imaginário – Ocupações, composta de 28 obras, todas em acrílica sobre tela. A exposição situa Antônio Netto como um dos nomes mais expressivos do abstracionismo concreto (ou geométrico) no Tocantins e também inaugura uma fase mais orgânica, em que formas circulares, arredondadas e espiraladas se interpõem entre os elementos ditos retos, formais. O que resulta em obras mais despojadas, onde é proposto um diálogo com o abstracionismo lírico, quando a composição deixa de ser apenas uma expressão de uma organização geométrica, mas sim um desdobramento de considerações mais intuitivas, instintivas e inconscientes. Criando camadas narrativas, tanto de significados quanto de sensações.
Aos começos. “Territorialização” é um termo que geralmente está associado a formas de organização e reorganização social, modos distintos de percepção, ordenamento e reordenamento em termos de relações com o espaço. Percebe-se que o jogo estabelecido no território imaginado pelo artista é o que se pode chamar de “ocupações”. Nesse contexto rigor matemático, formal, reto e geométrico, antes predominante, agora se funde, gradual e intensamente, às inquietações e divagações da psiquê, deixando-as mais evidentes ao expectador. Sob essa óptica o “Território Imaginário” é ocupado por uma série de elementos, muitas vezes estranhos entre si, e que não necessariamente se complementam, mas dialogam.
Antônio Rodrigues Netto, natural de João Pessoa-PB, vive no Tocantins desde 1996. No campo das artes visuais o seu trabalho mais constante tem sido no campo geométrico (concreto) abstrato. Autodidata, frequentou galerias e ateliês de diversos artistas nos anos 1980 e 1990, onde estudou técnicas de desenho a grafite, pintura a óleo e giz pastel oleoso; além de técnicas como acrílica sobre tela e aquarela. De 1996 a 1998, foi artista residente e professor de desenho e pintura da Magenta Galeria de Arte. Em Palmas desde então, além da sua produção artística, Netto atuou na gestão cultural do Sesc, Fundação Cultural de Palmas e Secretaria Estadual da Cultura, além de curadorias.
A montagem desta exposição tem o patrocínio do PROMIC 2014, realização do Ateliê ao Cubo, co-realização Jubalina Produções, e apoio de Contexto Produção Cultural, Estúdio Aperitivos, Trade Rock e Viuller Bernardo. Seguirá no NILA – Núcleo Integrado de Literatura e Artes Visuais do Espaço Cultural – até o dia 18 de dezembro de 2015. Para mais informações: 63.2111.2401 (Fundação Cultural).
Ficha Técnica
– DIREÇÃO GERAL E ARTÍSTICA: Antônio Netto
– CURADORIA: Thiago Ramos
– PRODUÇÃO E COMUNICAÇÃO: Juliane Almeida, Silvana Bárbara, Thiago Ramos e Viuller Bernardo
– Produção de mídias e artes: Anderson de Souza, Caio Brettas e Viuller Bernardo
– Produção técnica: Antônio Netto, Daniela Rodrigues, T. Beraldi.
– Pesquisador artístico convidado: Heitor Oliveira
– Projeto técnico: Doralice Loureiro da Motta
____________________________________________________________
Realização: Ateliê ao Cubo
Co-realização: Jubalina Produções
Patrocínio: PROMIC /FCP

Apoio cultural: Contexto Produção Cultural        ,Estúdio Aperitivos, Trade Rock, Viuller Bernardo