Search
terça-feira 17 outubro 2017
  • :
  • :

Pela primeira vez no Brasil, Tocantins sedia III Encontro Pan-Americano de Jogos e Esportes Autóctones e Tradicionais

Fonte: Assessoria dos Jogos

Com a evolução tecnológica, muitas crianças mal conhecem os jogos que foram sucesso na época dos pais. Para Piaget, o jogo possui estreita relação com a construção da inteligência. Porém, as atividades lúdicas tem sido cada vez mais deixadas para trás. Com o intuito de resgatar tal tradição e valorizar a cultura dos jogos tradicionais, acontece o III Encontro Pan-Americano de Jogos e Esportes Autóctones e Tradicionais.
Neste ano, a capital tocantinense foi escolhida como palco da atividade, que acontece de sexta-feira, 23, a domingo, 25, no auditório Cuica – Centro Universitário Integrado de Ciência e Arte e no CTG – Centro de Tradições Gaúchas Nova Querência. A programação é organizada pela Universidade Federal de Santa Maria em parceria com a Universidade Federal do Tocantins e vai contar com a participação de representantes nove países – Argentina, Chile, Colômbia, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Panamá e Peru – e ainda 21 estados brasileiros.
O evento contará com reuniões de trabalho, de troca de informações e de planejamento de ações coletivas em torno dos jogos tradicionais de povos das Américas.De acordo com uma das organizadoras do evento, a professora Elizara Carolina, a marcha é um movimento mundial para reconhecer a importância dos jogos tradicionais dos diferentes povos. Participam pesquisadores de diversas Universidades do país, representantes de Associações e de Museus ligados aos Jogos Tradicionais, bem como, jogadores.
Encontro
O evento é uma das ações da Associação Pan-Americana de Jogos e Esportes Autóctones e Tradicionais que objetiva formar uma rede de diálogo continental em tornos dos jogos tradicionais; estimular a criação de Associações Nacionais de Jogos Tradicionais nos diferentes países da América; dar visibilidade e angariar o reconhecimento dos jogos como manifestação lúdica da humanidade, entre outros.
Histórico
Esta é a primeira vez que o evento é sediado no Brasil e o Tocantins foi escolhido por já receber uma grande quantidade de turistas neste períod, em virtude dos Jogos Indígenas. O primeiro evento ocorreu no México na cidade de Veracruz, em julho de 2012, com a participação de quatro países (representantes do país sede, do Brasil, da Guatemala, de Honduras e dos Estados Unidos da América). No período de 4 a 8 maio de 2013, Honduras/São Marcos sediou segundo encontro, reunindo oito países (representantes do país sede, da Argentina, do Brasil, do Chile, da Guatemala, do México, do Panamá e da Nicarágua).